UNISUAM sedia o 17º Ciclo de Casos do Destaque no Marketing


UNISUAM sedia o 17º Ciclo de Casos do Destaque no Marketing

A UNISUAM recebe, dia 25/05, às 18h30, no Auditório Amarina Motta, na Unidade Bonsucesso, a 17º edição do Ciclo de Casos do Destaque no Marketing da ABMN, iniciativa que visa transmitir experiências de sucesso por meio dos trabalhos vencedores do “Prêmio Marketing Contemporâneo”.

Serão apresentados os 3 cases contemplados pela edição 2016 do prêmio, que tem em comum a aplicação bem-sucedida das ferramentas de Marketing, a sinergia nas ações táticas e aderência com a estratégia e o posicionamento na obtenção dos melhores resultados.

O projeto, que nesta edição conta com o apoio de empresas como Record TV Rio e a Fecomérico RJ, já apresentou, somadas as edições anteriores, mais de 240 cases com a participação de cerca de 8.500 estudantes da área.

A Associação Brasileira de Marketing e Negócios – ABMN busca o desenvolvimento de projetos voltados para a apresentação de experiências concretas do mercado com ideias e conceitos de diferentes áreas, possibilitando aos participantes informações relevantes tanto de cunho acadêmico quanto de negócios.

 

Confira os cases que serão apresentados na edição 2017

 

ANCAR IVANHOE

Case:  Inauguração do Shopping Nova Iguaçu

Categoria: Marketing de Relacionamento
Palestrante: Diego Marcondes – Gerente de Marketing Corporativo

 

MORADORES MOLDAM MARCA DE NOVO SHOPPING DE NOVA IGUAÇU

Análise do perfil da cidade alinhou propostas aos costumes locais

 x

Para construir a marca do novo shopping em Nova Iguaçu a Ancar Ivanhoe, pioneira no setor de shopping centers, foi fundo para entender os desejos dos moradores dessa cidade da Baixada Fluminense. Por acreditar na singularidade do município, a gestora buscou responder aos anseios específicos daqueles com os quais passaria a conviver diariamente após a inauguração do empreendimento.

Após descobrir que 71% da população possui internet e que 94% acessa o Facebook, a rede social foi escolhida como o canal de acesso entre a gestora e os consumidores. O estabelecimento de sua persona neste ambiente, numa postura próxima, amiga e presente nos canais online aproximou a população e o novo empreendimento, e permitiu descobrir as principais demandas da população e nortear o planejamento das ações do novo shopping.

“Ao estudarmos Nova Iguaçu, entendemos que o município faz parte de uma região, que apesar da proximidade da cidade do Rio de Janeiro, apresenta padrões de comportamento muito diferentes aos encontrados na capital do Estado. A insatisfação com os serviços, opções de consumo e entretenimento disponíveis na Baixada Fluminense fizeram com que grande parte de seus moradores se deslocasse para o Rio de Janeiro”, analisam.

Após análises, a campanha concluiu que na cidade não havia espaço disponível para a população local apresentar suas ideias e produções culturais. E que, para muitos jovens da região, essas atividades são a oportunidade de serem resgatados da vulnerabilidade social. O shopping se encaminhou, portanto, como solução a esses problemas também.

Desde a impactante inauguração, com mais de 20 mil pessoas indo ao “primeiro encontro” com aquele amigo já conhecido do Facebook – ou que já o haviam visto recentemente nas mídias on-line –, o Shopping Nova Iguaçu cuidou para que o entretenimento da família, amigos e apaixonados fosse acolhedor e ao mesmo tempo sintonizado com o novo e com os desejos de pertencimento dos agora vizinhos.

De lá para cá, a agenda de atividades incentivando e construindo um relacionamento tem sido minuciosamente discutida e montada. Desde o circo, com sua magia de igualar quase toda a plateia naquele “estado de criança” onde o riso se instala e aquece o coração, ao festival de Food Trucks & Food Bikes com experimentos de sabor e socialização únicos e inspiradores.  A resposta está no aumento da frequência diária dos amigos, nos novos lojistas que buscam se juntar a este novo polo comercial e na antecipação dos projetos de expansão (antes imaginados para 2 anos adiante).

 

COCA-COLA

Case:  Ouro Além do Palco: uma campanha Coca-Cola para engajar os teens com os Jogos Olímpicos no ambiente digital

Categoria: Branded Content

Palestrante: Mariana Campos – Gerente JR de Real Time Marketing

 

COCA-COLA BRASIL CONDUZ TEENS A EXPERIMENTAR O OURO ALÉM DO PÓDIO NOS JOGOS

Influenciadores em redes sociais tiraram público do lugar passivo

promocao-carregar-a-tocha-olimpica-coca-cola-issoeouro

A campanha da Coca-Cola Brasil trabalhou um dos principais valores agregados de sua marca — a inclusão democrática — para engajar os jovens na Rio 2016 a partir do ambiente digital. A estratégia da vencedora na categoria Branded Content partiu de um convite sedutor: sentir o sabor de ser ouro – #issoéouro – da mesma forma que todos podem tomar uma Coca-Cola.
O desafio foi driblar o sentimento de exclusão, detectado entre teens — que entendiam que o foco dos Jogos eram atletas premiados —, para levar o ouro além do pódio.

Para isso, o case “Ouro além do palco: uma campanha Coca-Cola para engajar os teens com os Jogos Olímpicos no ambiente digital” lançou mão de influenciadores em ações nas redes sociais e, a fim de tirar o público do lugar passivo, adicionou entretenimento ao esporte.

A estratégia, relatam seus idealizadores, foi moldada conforme as diferentes etapas dos Jogos. Na primeira delas — a convocação para o revezamento da Tocha —, a Coca-Cola usou o Urso, asset proprietário que passou a interagir com influenciadores digitais do Brasil em seus canais no Instagram e Twitter.
A proposta de vivenciar a experiência permaneceu como linha condutora: mostrar que qualquer adolescente poderia ser condutor da Tocha nas suas cidades.
Os idealizadores da campanha relatam que, no momento seguinte, o revezamento da Tocha foi transformado em uma road trip do Urso. A mascote passou pelos destinos com os influenciadores e cada parada se transformou em um capítulo de uma minissérie digital — #DeCaronaComATocha.

“O que antes era uma cobertura focada em pessoas marchando com a Tocha passou a ser uma viagem adolescente, com conteúdo compartilhado a todo momento”, avalia a marca.
Para o capítulo final, foi feita uma operação em tempo real: a transmissão ao vivo pelo Facebook do festival “Parada Coca-Cola”, que transformou modalidades esportivas em musicais — como a sincronia da batida da bola do basquete de Anderson Varejão com o hip-hop de Marcelo D2.

Com o caminho trilhado, a cobertura ao vivo dos Jogos foi transformada em entretenimento com as redes sociais em cena: os canais no Twitter e Facebook da marca reagiram em tempo real com os Jogos.

Cada “momento ouro” foi traduzido em uma emoção na garrafa do refrigerante, criando empatia com o público. “O ponto alto foi a vitória do Brasil no futebol, onde a marca substituiu o nó na garganta do 7×1 da Copa por um canudo verde-amarelo, fazendo com que milhões de pessoas sentissem que era possível ser ouro além do pódio”, comemorou a Coca-Cola Brasil.

 

 

YENZAH

Case:  – Yenzah Sou + Cachos: a primeira família de produtos cocriada do mercado

Categoria: Produto

Palestrante: Karla Passeri – Coordenadora de Marketing

 

YENZAH: PODEROSA É MULHER QUE ASSUME SEUS CACHOS

Para relançar seu produto direcionado a mulheres de cabelos cacheados, a marca foi além, e apostou em identidade feminina, interatividade e ação social.

DSCN1917

Há cinco anos atrás iniciava a história da Yenzah, marca brasileira interessada em promover soluções para a mulher de cabelos cacheados. Uma das primeiras linhas de produto lançadas foi a Sou+Cachos, que surgiu como uma forma de empoderar mulheres a assumirem seus cachos.

A mulher de cabelo crespo ou cacheado ainda sofre muito preconceito. Diante deste cenário, o relançamento de Sou+Cachos surgiu como uma grande oportunidade para reforçar o movimento de aceitação dos cachos e se tornar uma marca alinhada com as demandas desta “nova mulher” que assume seu cabelo como ele é.

Para elaborar a estratégia de relançamento, a Yenzah adotou a abordagem do Design Thinking, colocando suas reais consumidoras no centro do desenvolvimento do projeto.

Tudo começou com uma reunião entre dez blogueiras engajadas e representantes deste novo movimento, debatendo questões sociais, necessidades de belezas e formatos de envolvimento das mulheres no processo de relançamento. O grupo liderou o processo junto a 4 mil mulheres envolvidas no total. Desta forma, pode-se dizer que este foi o primeiro projeto de co-criação de uma linha de produtos do mercado de beleza brasileiro.

A partir do entendimento de que a armação dos cachos é um instrumento de identidade, a linha Yenzah Sou+Cachos ampliou essa discussão no mundo virtual. Com essa campanha, a Yenzah buscou desconstruir o preconceito e a ideia de que existe um “cabelo ruim”, reforçando a beleza dos cachos.

Além disso, a ação social foi reforçada com a destinação de parte do faturamento para o Instituto da Criança. Doações de livros foram feitas para escolas públicas e projetos pedagógicos foram replicados em escolas de várias cidades, baseados no projeto realizado na Escola Municipal Abelardo Barbosa, na Rocinha (RJ), trabalhando a valorização da identidade nas crianças.

Todas as expectativas deste relançamento foram superadas, tanto em vendas como visibilidade. A linha Yenzah Sou+Cachos cresceu mais de 500% em apenas 7 meses. Além disso, o processo de criação elaborou a primeira Água Termal para Cabelos do mercado, que se tornou finalista nos dois principais prêmios do mercado de beleza brasileiro.

 

O evento é gratuito e aberto ao público. Inscreva-se e participe!

 

 

 

 





Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nenhum comentário