UNISUAM participa de Fórum Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Reabilitação


Imagem do Post

A UNISUAM, por meio do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências da Reabilitação, marcou presença, entre os dias 15 e 17/05, no XIII Fórum Nacional da Associação Brasileira de Pós-Graduação e Pesquisa em Fisioterapia – ABRAPG-FT.

O evento, realizado em Recife, reuniu os Docentes Pesquisadores da área de Fisioterapia, bem como representantes das agências nacionais CAPES e CNPq, para a definição do planejamento estratégico da área frente às políticas nacionais de Pós-Graduação.

A UNISUAM foi representada neste fórum pelos pesquisadores Prof. Dr. Arthur Ferreira, Profª Drª Patrícia Vigário, Profª Drª Sara Menezes e Prof. Dr. Fernando Guimarães, todos docentes dos cursos de Mestrado e Doutorado Acadêmico do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação.

De acordo com o Coordenador do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências da Reabilitação UNISUAM, Prof. Arthur Ferreira, o Fórum da ABRAPG-FT é um evento importante para os Pesquisadores por permitir a discussão das questões políticas e técnicas em um contexto nacional.

“A UNISUAM participou ativamente de todos os Fóruns da ABRAPG-FT desde a criação do Grupo de Pesquisa em Fisioterapia, o que permitiu à Instituição ter cursos de Mestrado e Doutorado Acadêmicos na área e respeitados em nível nacional”, complementa Profª Sara.

Para Profª Patrícia é extremamente gratificante constatar que o Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação UNISUAM ocupa, atualmente, uma posição de destaque e grande respeitabilidade no cenário científico em função da qualidade das pesquisas realizadas pelo corpo docente e pelos discentes.

Mesa redonda

“Os nossos projetos foram amplamente citados ao longo do evento, com destaque ao Neurostudent, criado pela Doutoranda do Programa Débora Lima, como sendo a única ferramenta de mídia voltada para a inserção social, além do projeto de pesquisa sobre text neck, desenvolvido pelo Prof. Dr. Ney Meziat, que ganhou uma grande repercussão mundial ao mostrar que não existe associação entre a postura durante o uso do celular e a dor cervical”, ressalta ela.

A gestão da ABRAPG-FT para o período 2018-2020, renovada neste fórum, conta novamente com a participação da UNISUAM, sendo representada pelos pesquisadores Profª Sara Menezes e Prof. Arthur Ferreira.





Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Nenhum comentário