UNISUAM figura no Ranking Ibero-Americano SIR 2014


UNISUAM figura no Ranking Ibero-Americano SIR 2014

sri_2014

Imagine uma competição, onde países da América Latina e da Península Ibérica apresentam os melhores resultados de suas instituições, medidos por quesitos que contemplam o desempenho acadêmico das IES durante um determinado período de tempo. Esta definição pode se encaixar bem com o Ranking Ibero-Americano SIR 2014, que avalia a produção das academias de Ensino Superior. E a UNISUAM vem se saindo bem nesta avaliação.

O ranking, criado pela Scimago Institutions Rankings (SIR), utiliza cinco critérios de avaliação: Produção Científica (PC), Colaboração Internacional (CI), Qualidade Científica Média (em espanhol, CCP), Porcentagem de Publicações Revistas do Primeiro Quartil SJR (Q1 – o índice do SCImago Journal Country Rank (SJR) se baseia em citações em trabalhos científicos) e a Relação de Excelência (ER). Através deles, o ranking estabelece em que passo se encontra a produção acadêmica, a forma como interagem com IES estrangeiras, o número de vezes em que são citadas em pesquisa, entre outros fatores de qualidade no que tange ao conhecimento produzido pelas Instituições.

A UNISUAM começou a figurar no Ranking em 2011, na 715ª posição, com indicadores positivos sobre a atuação e a qualidade acadêmica. Em 2012, subiu para a 438ª colocação, galgando em 2013 a 426ª posição mundial, na qual se manteve em 2014, de um total de 1401 instituições de Ensino Superior.

Embora pareça modesto, o crescimento da UNISUAM foi significativo. Além do salto de 289 posições, a Instituição conta com todos os indicadores positivos, o que prova que a busca incessante pela excelência tem gerado resultados tangíveis. O mesmo pode ser dito sobre produção científica da UNISUAM, que além de se tornar cada vez melhor e com maior visibilidade, interfere de forma positiva na posição da Instituição frente à comunidade acadêmica na qual está inserida.

 





Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nenhum comentário