Receita milagrosa de emagrecimento sob a ótica de um profissional da área


Receita milagrosa de emagrecimento sob a ótica de um profissional da área

Jejum intermitente, dietas da moda e outras receitas milagrosas para o emagrecimento. Todos os dias pipoca na internet diversas técnicas, fórmulas e dicas que prometem um corpo perfeito em pouco tempo e sem esforço. Mas, quando a esmola é demais o santo desconfia, como já diz o ditado, e mais: será que nesse angu não tem caroço?

Mariana Catta-Preta Caiado Pereira, Coordenadora do curso de Nutrição e da Pós-Graduação dos cursos da área de Gastronomia UNISUAM, faz uma avaliação da tendência fitness que circula pela internet e nos ajuda a entender o impacto dela em nosso organismo.

 

Jejum intermitente

A moda do momento. Consiste em reduzir drasticamente a quantidade de calorias ingeridas por um período de tempo determinado, normalmente 12, 14 ou 16 horas. Algumas pessoas fazem adaptações às normas optando por comer menos durante alguns dias da uma semana ou pulando uma refeição. O objetivo é que, ao ficar tantas horas sem se alimentar, o corpo comece a queimar gordura para se manter.

jejum

A prática do jejum, que muitas vezes é confundida com uma dieta, é um estilo de alimentação válido, porém não é para todo mundo. De acordo com Mariana, o jejum intermitente é uma estratégia que não é para qualquer um, pois não é todo mundo que se adapta, não é todo mundo que consegue ficar tantas horas sem comer e deve ser feito de forma gradativa, uma vez que ninguém que está comendo de 3 em 3 horas fica 18 horas sem comer da noite para o dia. “A pessoa não vai conseguir, é uma adaptação. Então, o jejum intermitente precisa ser bem prescrito, bem orientado, acompanhado pelo profissional que o prescreveu”, frisa ela.

Muito se especula na internet sobre os riscos da prática. A recomendação médica padrão é a de tomar cuidado com os exageros, já que, com o jejum prolongado, os adeptos podem perder água, massa muscular e nutrientes importantes para o corpo, como potássio ou vitaminas.

Cansaço, dificuldade de concentração, irritabilidade e fome compensatória pode surgir como efeito colateral dessa perda. Segundo a professora, um dos riscos é a hipoglicemia e para evitar cair nessas pegadinhas da web devemos ter um olhar crítico. “A primeira coisa que se precisa entender é o seguinte: quem está dando essa informação? Um Nutricionista, um profissional formado ou um entusiasta da Nutrição? Essa é a primeira coisa importante que se precisa entender. Se é um Nutricionista, o que se precisa é entender qual a linha que o Nutricionista segue, se é uma linha mais radical é preciso entender que não é para todo mundo”, observa Mariana.

Ela ressalta, ainda, que cada indivíduo é único, logo o que vai funcionar para um, não vai funcionar para outro, e, hoje, o grande problema da Nutrição é a uniformização. Além disso, há o fator psicológico, em que os praticantes mais focados na busca pela cultura da beleza e no culto ao corpo podem exagerar um pouco na dose e desenvolver transtornos alimentares como a anorexia e a bulimia, problemas que afetam mais os indivíduos mais jovens por serem menos maduros e mais suscetíveis a esse tipo de pressão social.

piramide

A melhor opção para aliar emagrecimento a uma vida saudável é procurar a ajuda profissional de um Nutricionista, que vai organizar uma dieta balanceada baseada na sua rotina e no objetivo que você deseja alcançar.

A Clínica Escola Amarina Motta – CLESAM oferece serviço de acompanhamento nutricional. Para mais informações, entre em contato pelo telefone 3882-9720 ou compareça pessoalmente à CLESAM, de segunda a sexta, das 8h às 17h.





Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nenhum comentário