Primeira turma de Jornalismo da UNISUAM deixa sua marca em Bonsucesso


Primeira turma de Jornalismo da UNISUAM deixa sua marca em Bonsucesso

No dia 25/10, na UNISUAM Bonsucesso, a  cerimônia de fixação da placa da primeira turma de Jornalismo da UNISUAM (na época, SUAM) resultou em uma tarde repleta de emoção e nostalgia.

 

Os alunos Suely de Melo, Leila Lopes, Lindinor Larangeira, Valeria Vitor dos Santos e Aurelino Lemos se reuniram após 31 anos para homenagear colegas e professores que, ao lado deles, inauguraram o curso que, hoje, conta com um prédio totalmente dedicado a ele na Unidade Bonsucesso.

 

(Leia mais: Tudo mudou. Nada mudou. #Parte I)

 

Lindinor Larangeira foi o responsável por recordar momentos e lições importantes que marcaram os 4 anos de curso. Em nome dos que estavam presentes, ele homenageou Silvério Cardoso, um colega de turma que faleceu 2 meses após a formatura, e a Profª Sônia Fassini, que lecionava a matéria Radiojornalismo e se tornou uma das Professoras mais queridas por toda a turma.

 

Ao chegar no local da cerimônia, a Professora gerou comoção. Alguns alunos chegaram a derramar lágrimas emocionadas demonstrando a alegria de reencontrar uma pessoa que tanto os inspirou e incentivou. 

 

O atual Reitor, Arapuan da Motta Netto, aproveitou para falar sobre a reflexão que os antigos alunos proporcionaram. 

 

“Eu fiquei aqui pensando, fiquei refletindo sobre toda a nossa história e tudo o que a gente tem feito e acredito que tem um simbolismo muito grande ser [a fixação da placa] aqui na rampa. Toda vez que eu ando por aqui ou que eu trago um convidado, eu falo: ‘esse prédio aqui tem mais de 40 anos’. E essa cerimônia me fez refletir bastante sobre como as nossas bases nos trouxeram ao dia de hoje”, comentou Arapuan, fazendo referência ao local em que, diariamente, inúmeros alunos caminham com suas histórias em direção às salas de aula.

 

(Leia mais: Tudo mudou. Nada mudou. #Parte II)

 

Os Jornalistas formados pela SUAM aproveitaram para relembrar momentos difíceis e também descontraídos da época de faculdade – os intervalos, as caronas e as aulas que os tornaram ainda mais  cidadãos e cidadãs, que lhes mostraram o valor do trabalho e da solidariedade. 

 

Suely de Melo, que esteve à frente da ideia para a reunião e, hoje, é literalmente uma mãe coruja, já que o seu filho está cursando 2 Graduações na UNISUAM, falou com emoção da importância daquele momento. 

 

“31 anos após a nossa formatura, temos a oportunidade de voltarmos ao lugar onde vivemos grandes momentos de nossas vidas. Através de uma placa mesmo sendo simples, eternizamos nossa passagem por essa Instituição a qual amamos tanto”, afirmou ela. 

 

(Leia mais: Foca aqui: 35 cursos sobre Jornalismo, online e gratuitos, que você precisa conhecer!)

 

Em seu Facebook, ela decidiu escolher uma única palavra para definir o dia: gratidão. A Jornalista recebeu comentários de colegas de turma que não puderam comparecer.  Antonio Carlos Gallio foi um deles e agradeceu “aos colegas que encabeçaram essa iniciativa e a tornaram possível”.

Como diz o nosso slogan, UNISUAM é compromisso para a vida toda e nossos egressos são a prova disso.

 

 

 

 

Quer estudar com a gente?

 

MATRÍCULAS ABERTAS

 

 

 

Conheça o curso de Jornalismo UNISUAM!

Para mais informações, ligue (21) 3882-9797





Mariana Mortani

Por

Mariana Mortani é estudante de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo. Foi colunista do Pauta Rio, do site da autora Isabela Freitas e tradutora de Inglês, Espanhol e Italiano do autor argentino Hugo Accardi. Em 2014, organizou a primeira Feira Literária da Zona Norte do Rio de Janeiro; em 2017, publicou o seu primeiro livro; e, desde 2012, atua no mercado literário com leituras críticas, traduções, entrevistas e cobertura de eventos. Atualmente, está estagiando no setor de Comunicação e Marketing da UNISUAM e possui um canal no YouTube sobre cinema e literatura com mais de 1 milhão de visualizações.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nenhum comentário