Parceria entre Gastromotiva e UNISUAM forma sua segunda turma


Parceria entre Gastromotiva e UNISUAM forma sua segunda turma

tac

A parceria entre UNISUAM e Gastromotiva tem se mostrado um sucesso e, no último dia 3 de dezembro, a segunda turma do Curso Profissionalizante em Cozinha se formou, apresentando o Trabalho de Ação nas Comunidades (TAC).

O TAC é uma atividade desenvolvida pelos alunos com a finalidade de multiplicar o conhecimento adquirido durante o curso, visando impactar as comunidades com a metodologia Gastromotiva. Essa metodologia consiste em disseminar o potencial, o poder e a responsabilidade da Gastronomia como um agente de mudança, capaz de conectar pessoas e desenvolver lugares, formando, assim, o movimento da Gastronomia Social.

O tema desenvolvido para apresentação deste projeto final foi Alimentação Infantil. Os integrantes do grupo “Comendo bem, que mal tem?”, composto pelos alunos Rafael Monteiro da Rocha, Iago Fontes, Daiana de Oliveira, Jucení Freitas de Oliveira, Érica Sampaio e Alexandra Amaral, optaram por desenvolver o projeto em um local diferente.

Eles visitaram o Instituto Penal Oscar Estevenson, em Benfica, acompanhados da professora de Cidadania e TAC, Samantha Souza, onde ministraram uma palestra sobre a influência da boa alimentação na qualidade da vida infantil para um público de 80 detentas.
Além disso, realizaram uma oficina com degustação, na qual ensinaram como preparar alguns alimentos, como salada verde, sucos de frutas variadas, com destaque para o suco de milho com coco, que foi muito apreciado por todas, e uma salada de frutas na casquinha de sorvete.

O Curso Profissionalizante em Cozinha é voltado para jovens de 18 a 35 anos, que amem cozinhar, estejam fora do mercado de trabalho e possuam renda familiar de até 3 salários mínimos. Para se inscrever preencha a ficha ou acesse o sitewww.gastromotiva.org, clique em “Quero ser aprendiz” e preencha a ficha.





Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nenhum comentário