O que rolou no X Fórum Estadual de Ensino em Fisioterapia


Imagem do Post

 

No sábado, 15 de junho de 2019, aconteceu, na UNISUAM, a décima edição do Fórum Estadual de Ensino em Fisioterapia. O evento anual é organizado pela Associação Brasileira de Ensino em Fisioterapia (ABENFISIO) em parceria com Instituições de Ensino Superior. O objetivo principal é promover um debate constante sobre o processo de formação de fisioterapeutas, alinhado com a formação dos profissionais de saúde e novas políticas públicas.

 

Segundo o Prof. Luciano Teixeira, Coordenador do curso de Fisioterapia UNISUAM, nossa Instituição é o berço da Fisioterapia no Brasil e o orgulho por sediar essa edição do Fórum é grande. Para ele, é fundamental que os fisioterapeutas reflitam diariamente sobre o comportamento da sociedade atualmente, já que isso implica diretamente nas avaliações e nas abordagens terapêuticas. 

 

Dessa vez, o Fórum evidenciou os desafios e as perspectivas atuais da formação profissional em saúde. Nesse contexto, Prof. Luciano Teixeira trouxe uma reflexão importante sobre o atual cenário do país, quanto aos aspectos socioeconômicos e, principalmente, uma necessidade para observação das mudanças na sociedade em decorrência do uso de tecnologias. 

 

Para a aluna Fernanda Pacheco, o X Fórum Estadual de Ensino foi uma ótima oportunidade para aprender mais sobre a área em que ela está se inserindo. “Achei bem bacana os debates  sobre a importância do CREFITO e como é importante estarmos sempre nos atualizando sobre nossa área”, comenta ela. A troca de experiências e conhecimentos com profissionais da área também foi destaque para a aluna, que está terminando o primeiro período em Fisioterapia na UNISUAM.

Cada edição do Fórum Estadual de Ensino em Fisioterapia acaba se tornando única por conta dos participantes, que possuem experiências particulares para compartilhar com o público e acabam tendo a oportunidade de conhecer outras realidades dentro da mesma carreira. Para o Dr. Álvaro Camilo, participante desta décima edição, o diferencial do evento é a oportunidade que cada palestrante tem de construir o evento junto com os demais participantes e facilitadores. “Esse modelo tira o participante do modo passivo e o torna ator ativo no processo”, comenta ele. “Saindo um pouco da especialidade de atuação, levando-o a reflexão da preocupação com a formação e sua repercussão na sociedade”, conclui.

 

Segundo o Prof. Luciano Teixeira, o maior legado desse evento foi a reflexão dos gestores, educadores, profissionais e alunos sobre a necessidade de formação plena para o fisioterapeuta. “Atualmente não basta as instituições de ensino estimularem somente a formação técnica do profissional”, afirma ele. “O mercado de trabalho atual e principalmente a sociedade exige que profissionais da saúde tenham outras habilidades para um completo serviço (empatia, capacidade de resolutividade, proatividade, relação interpessoal e algumas outras) seja no serviço público ou privado”, conclui.

 

Nesse processo, é fundamental que o aluno identifique as mudanças que estão ocorrendo na sociedade a fim de antever as necessidades futuras da população, para se tornar um profissional completo e atualizado. É por isso que, aqui na UNISUAM, nossos alunos estão sempre por dentro das novidades do mercado de trabalho e das necessidades de sua futura profissional. 

 

Quer ser UNISUAM você também? Vem com a gente!

As matrículas estão abertas para estudar em 2019.2

 





Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Nenhum comentário