O papel do líder na retenção de talentos


O papel do líder na retenção de talentos

Um bom líder não apenas recruta e contrata os melhores profissionais, cada vez mais ele desempenha um papel crucial na retenção de talentos


Você sabia que grande parte dos profissionais que pedem demissão tomam essa decisão em razão de algum grau de insatisfação com os seus líderes? O líder desempenha um papel fundamental não apenas na aquisição de bons profissionais para a sua equipe, mas, principalmente, em relação ao desenvolvimento e retenção destes talentos em sua empresa.

De acordo com a Vice-Reitora de Gente e Gestão da UNISUAM, Edna de Oliveira, não basta apenas recrutar e contratar os melhores profissionais, remunerá-los, oferecer-lhes benefícios e valorizá-los de acordo com os padrões do mercado. Todos estes atrativos serão absolutamente inúteis se os líderes gerais ou imediatos não fizerem cada um a sua parte. 

(Leia mais: Que tipo de líder você é?)

Em outras palavras, a liderança tem papel crucial para a retenção de talentos nas empresas. Entre outras práticas, um bom líder deve estar sempre disposto a ouvir o que os funcionários têm a dizer.

Independentemente de prazos apertados e da eventual falta de tempo para assuntos que possam não estar diretamente relacionados às tarefas de rotina, é preciso estar aberto a novas ideias. Isso faz com que os colaboradores se sintam valorizados e criem senso de pertencimento em relação à empresa. 

Segundo Edna, o maior erro que um gestor pode cometer é tratar os funcionários como engrenagens de uma máquina infalível. É preciso ter em mente que os colaboradores são, antes de tudo, pessoas e que têm problemas que, vez ou outra, podem interferir no desempenho profissional. 

(Leia mais: Construa um perfil campeão e se destaque no Linkedin)


“Ser humano é imprescindível. Um bom líder deve estar atento a isso e tratar essas questões com naturalidade, demonstrar que não é indiferente, que se importa, oferecer apoio. Pratique a empatia e coloque-se no lugar de seu colaborador. Estenda-lhe a mão”, ressalta ela. 

A transparência é outra virtude essencial para um líder. Seja claro em relação aos erros e acertos de todos, inclusive os seus, mas sem expor os funcionários publicamente. Esta honestidade nas relações pode ser um combustível indireto para a melhora no ambiente e na produtividade. Mas, mais do que isso, pode ser o elo que irá fortalecer a relação entre chefe e comandados. 

“Comemore pequenas e grandes conquistas, exaltando o papel de cada membro da equipe. Celebre ainda mais o alcance das grandes metas, nunca esquecendo de relacioná-las ao desempenho do time como um todo”, orienta Edna.

(Leia mais: Ter uma especialização é importante para a carreira?)


Edna destaca, ainda, que é preciso apostar na boa gestão de pessoas para manter colaboradores acima da média em seu time. 

“Por trás de cada profissional existe um ser humano diferente, com os seus próprios anseios, sonhos e aspirações. Procure descobrir o que motiva os seus colaboradores e, sempre que possível, busque conciliar as metas da empresa com os objetivos dos profissionais envolvidos”, afirma ela.

Cada tipo de líder trabalha de maneira diferente e tem foco em diferentes propósitos. No entanto, é possível aprimorar as suas habilidades e saber gerenciar a maneira de lidar com a sua liderança.


A Pós em Formação de Líderes 4.0 da UNISUAM pode te ajudar! 



Direcionada a profissionais que ocupam cargos de liderança, tais como Gestores, Executivos e Diretores de Empresas, com formação de nível superior, a Pós em Formação de Líderes 4.0 da UNISUAM tem como foco principal preparar líderes que atinjam os resultados relevantes nesse novo ambiente VUCA – Volátil, Incerto (Uncertain), Complexo e Ambíguo), com diversas gerações trabalhando no mesmo ambiente, com os desafios da revolução tecnológica e com empoderamento das pessoas.  

De acordo com Edna de Oliveira, Vice-Reitora de Gente e Gestão da UNISUAM e Coordenadora do curso, a ementa foi construída a partir de uma análise minuciosa do mercado, visando trabalhar bastante esse novo modelo de líderes que está em evidência, abordando as soft e hard skills

(Leia mais: 10 dicas pra se destacar em reuniões virtuais)


“O curso instrumentalizará esse líder para que ele esteja apto a alcançar resultados, tanto pessoais quanto profissionais, nesse mundo VUCA por meio de 3 direcionamentos: Cuidando de Si, Cuidando dos Outros e Utilizando Métodos de Gestão e Tecnologia para Tomada de Decisões Complexas”, enfatiza ela.

Matricule-se agora e seja o líder que tomará a decisão mais assertiva para a sua empresa, respeitando a diversidade e sempre atento às novas competências do mercado!





Luana Medeiros

Por

Analista de Comunicação e MKT/Jornalista/Revisora - Especialista em produção de conteúdo com foco em alta performance

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nenhum comentário