Núcleo Hans Donner completa uma década de existência


Imagem do Post

Vanessa Vense – Aluna do curso de Comunicação Social/Jornalismo

No dia 07/03, o Núcleo Hans Donner – NHD, prédio voltado exclusivamente às atividades relacionadas aos cursos de Comunicação Social e Marketing UNISUAM, completou 10 anos de existência.

Criado em 2007 pela Reitoria da Instituição, o edifício tem como finalidade centralizar todos os projetos laboratoriais voltados para o curso de Comunicação Social e Marketing e está à disposição dos alunos para utilização dos laboratórios multimídia, equipados com softwares de editoração de imagens e vídeo; estúdios de fotografia, rádio e TV; ilhas de edição de imagens; a agência de publicidade Locomotiva e o auditório TimeDimension.

149375_259266314181416_2111395861_n

18386601_1337191413040019_1178527645_n 18386851_1337191523040008_2035862459_n 18405696_1337191406373353_1613571804_o

Desde a sua inauguração até os dias de hoje, o NHD contribui para a formação de profissionais extremamente capacitados e é considerado o xodó da Reitoria da UNISUAM, pois toda a sua infraestrutura permite ao aluno o desenvolvimento de trabalhos de nível profissional, preparando o aluno para um mercado de trabalho altamente competitivo.

Você sabe porquê o prédio possui este nome?

Essa foi uma grande homenagem ao designer alemão, Hans Jurgen Donner, que ganhou fama aqui no Brasil depois de ter criado inúmeras vinhetas e aberturas para os programas e novelas da Rede Globo de Televisão.

Segundo o Reitor da UNISUAM, Prof. Arapuan Netto, a construção do prédio, e a busca do designer como embaixador em um projeto como esse, fez com que o NHD conquistasse um lugarzinho especial em seu coração.

Os professores Ovídio Mota, Vanessa Paiva, Miriam Magalhães, Altayr Montan Derossi, Maria João Palma, Alexandre Ferreira, Cláudia Val e Paulo Mota estão entre os docentes que fazem parte do curso desde a inauguração do edifício e atuam até hoje ministrando aulas no curso.

13404020_1053346991407382_501593997601600010_o

“Eu cheguei aqui quando retornei de Minas Gerais, onde eu lecionava, e tinha mandado um currículo para a UNISUAM para trabalhar como professor e, em agosto de 2004, fui convidado para assumir a Coordenação do curso de Jornalismo. Em 2007, a Reitoria resolve investir na criação do Núcleo Hans Donner”, conta Prof. Ovídio sobre a sua chegada na faculdade e sua participação no desenvolvimento do projeto.

Dois dos funcionários mais antigos do prédio trabalham no NHD desde a sua inauguração. Quirlaney Santana, mais conhecido como Kinder, conta que acompanhou todos as etapas da formulação deste setor. Completando exatamente 10 anos como colaborador da empresa, ele se orgulha em ter contribuído para a concretização do desejo da Reitoria. Ele ressalta, ainda, que este foi um momento muito especial para a sua carreira, pois o NHD é a “menina dos olhos” da UNISUAM.

O Prof. Paulo Mota é outro que sente muito orgulho por ter feito parte da família NHD. Ele começou a sua colaboração no NHD bem antes de se tornar professor. “Participei da inauguração do Núcleo Hans Donner, ao lado do Kinder. Passei um tempo em outro setor e retornei alguns anos depois, encerrando a minha participação na história do prédio no ano passado. Foram bons e saudosos tempos”, declara ele. Prof. Paulo lembra, ainda, das muitas parcerias que a Instituição firmou por meio do Núcleo, como, por exemplo, a cobertura do Carnaval Mirim, além de citar as transmissões ao vivo, via internet, de shows de rock, considerado um grande feito já que, naquela época, não tinham tantos recursos como hoje em dia e, de acordo com ele, isso era motivo de encher o peito de orgulho.

13391529_1053345414740873_5134902166565664408_o 13415686_1053346851407396_2844570636869813164_o

Falando em funcionários antigos, não podemos deixar de citar a figura emblemática que por muitos anos contribuiu para a conservação dos equipamentos do NHD: o Pepe. Quem foi aluno do curso de Comunicação Social UNISUAM com certeza já encontrou com um senhorzinho franzino e grisalho, sempre disposto a ajudar todos os aspirantes a Jornalistas e Publicitários da Instituição.

Carinhosamente apelidado de Pepe, o Fotógrafo aposentado Renato Teles foi o funcionário mais antigo do prédio. Foram 9 anos como colaborador do NHD. Renato trabalhou em outros setores e, apenas após a inauguração do prédio, começou a auxiliar a Gerência  no zelo dos equipamentos utilizados pelos alunos após as aulas e atividades. Somando ao todo 20 anos de UNISUAM, Pepe encerrou sua participação na Instituição e no NHD no meado de 2016.

Tendo como meta ajudar na formação de profissionais de primeira linha no ramo da Comunicação, a equipe do NHD se orgulha em ver tantos rostos trilhando uma carreira de sucesso com a soma dos ensinamentos obtidos no espaço. Rostos como o de Trajano Vinícius Porto, formado pelo curso de Publicidade e Propaganda, Editor do canal GNT, da GloboSat, tiveram sua trajetória traçada nos andares do edifício. Além de trabalhar em um dos canais de maior audiência nacional, Trajano afirma que foi no Núcleo Hans Donner que aprendeu a usar os softwares necessários para ingressar no mercado de trabalho. Ele exerce, ainda, a função de Editor do NHD, auxiliando os alunos nos trabalhos da Graduação e colaborando na edição de vídeos institucionais da UNISUAM.

17239838_1368215076587237_1718811839893711245_o

Laís Gomes é outra prata da casa, formada em Jornalismo, e com passagem pelo site EGO, ela fala sobre algumas recordações da época em que era de frequentadora do NHD. “Um lugar como o NHD na vida acadêmica faz toda a diferença para que o profissional de Comunicação seja mais completo. O aluno pode colocar em prática toda a teoria que foi aprendida em sala de aula. Na minha época, foi exatamente isso que aconteceu. Eu já era apaixonada pelo Jornalismo, mas depois que eu entrei para o NHD fiquei alucinada. Passei pela Rádio Fonte, pelo Centro de TV, fiz muitas fotos no estúdio de fotografia, eu só não trabalhei no jornal porque não tinha mais tempo, senão eu teria trabalhado (risos), e tudo isso foi fundamental para mim”, relembra, com saudade, Laís.

A Jornalista Julie Alves, que trabalha com Sônia Abrão no programa “A Tarde é Sua”, da RedeTV!, lembra que uma vez foi a uma palestra com alunos de outras instituições e o NHD era o mais bem equipado do segmento, pois possuía um espaço com as melhores inovações tecnológicas da época comparado às outras universidades.

11182779_804828119606093_5709931341911584473_o

Atualmente, a Gerência do NHD está sob a administração da Jornalista Angélica Gomes, ex-aluna, formada em 2006, que, 10 anos após a Graduação, há pouco mais de 1 ano, assumiu a Gerência do prédio. Embora ela não tenha utilizado o NHD como aluna, porque se formou 1 ano antes da inauguração, ela diz que a cada dia descobre uma capacidade nova tanto dos alunos, quanto dos professores. Ela está super envolvida na formulação de projetos especiais relacionados com a parte acadêmica e da Instituição como um todo.

 

Saiba quem é Hans Donner

enhanced-29725-1410833953-1

Hans Donner nasceu na Alemanha, cresceu na Áustria e estudou Design Gráfico em Viena. Veio para o Brasil em 1974 e, logo em seguida, foi apresentado ao Diretor Geral da TV Globo, Walter Clark, que, ao perceber que o alemão tratava-se de um gênio na arte da criação, o contratou imediatamente.

O designer passou por vários departamentos dentro do canal do plim plim e, no início dos anos 90, criou a vinheta do Carnaval Globeleza, uma das mais famosas da televisão brasileira, estrelada pela modelo Valéria Valenssa, com quem se casou alguns anos mais tarde.

Hans foi também responsável pela marca do filme comemorativo dos 10 anos do Centro Georges Pompidou, casa que acolhe o Museu Nacional de Arte Moderna, em Paris, criando um projeto revolucionário que media a passagem do tempo: o Time Dimension, que serviu de inspiração para nomear o auditório do NHD. Prestou, ainda, serviços para a Microsoft Corporation, lançando o Timension, relógio com design futurista, que marca as horas sem a ajuda de números ou ponteiros. Entre todos estes feitos, Hans Donner, em 1997, foi enredo da escola de samba paulista Mocidade Alegre com o samba-enredo “O Mago do Universo”.

“Quando eu fui chamado para ser tema de uma Escola de Samba, achava que já tinha morrido. Mas, isso aqui é mais uma das coisas a qual eu me questiono: será que ele merece mesmo?”, declarou com tom emocionado o homenageado em entrevista dada para a equipe da UNISUAM no dia da inauguração do prédio.

As artes de Hans Donner estão espalhadas por todos os andares do prédio e, logo na entrada, podemos conferir quadros que ilustram algumas das suas criações como, por exemplo, a logo do programa Fantástico – O show da vida, que até hoje fazem sucesso nas selfies dos alunos e visitantes do NHD.

 

 





Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Nenhum comentário