Empreendedorismo, inovação e cooperação: Prof. André Sih fala sobre a comitiva da UNISUAM na NASA


Empreendedorismo, inovação e cooperação: Prof. André Sih fala sobre a comitiva da UNISUAM na NASA

andre_sih

Uma comitiva de professores viveu uma experiência diferente entre os dias 11 e 19 de outubro: eles integraram uma delegação que seguiu para a cidade de Melbourne, no estado da Flórida, nos EUA, e participaram do Seminário Internacional em Inovação e Tecnologia. O local do evento? O Kennedy Space Center, um dos parques de tecnologia e espaçoporto da NASA.

Um dos integrantes da delegação foi o Prof. André Sih, do curso de Engenharia de Produção e Coordenador dos Programas de MBA da Pós UNISUAM. Em entrevista à UNISUAM News, ele definiu o objetivo da missão à NASA: “Um ponto interessante desse Seminário foi essa visita à NASA, de forma a entender como ela trabalha tecnologia, inovação e quais são os principais projetos desenvolvidos atualmente por ela. Também houve um foco muito grande em transferência tecnológica, ou seja, como as empresas, principalmente as brasileiras, nesse caso, podem trabalhar em parceria com a NASA, tanto em termos como pesquisa e desenvolvimento, quanto em termos de gerar produtos a partir de tecnologias criadas por ela”.

Segundo o Prof. André Sih, a visita à NASA mostrou a importância que eles dão à transferência de tecnologia. Um diretor da agência afirmou, em palestra presenciada pela comitiva da UNISUAM, que uma das missões da NASA é levar as tecnologias criadas por ela para o cotidiano das pessoas comuns. Ele citou exemplos, como alguns tipos de travesseiros e assentos de carro que utilizam uma espuma que se ajusta a quem os utiliza, e até mesmo relógios digitais e câmeras usadas em celulares, tecnologias criadas pela NASA e que hoje podem ser encontradas facilmente no mercado.

Outro ponto interessante da viagem foi a questão do acesso das empresas brasileiras às patentes e tecnologias da NASA. De acordo com o Professor, as companhias nacionais podem abrir subsidiárias no país, utilizando mão-de-obra estadunidense e pagando royalties à agência espacial e, assim, produzir produtos próprios baseados nas tecnologias criadas pela NASA. Desta forma, explica Sih, o conhecimento está disponível para empresas de todo o mundo, desde que o funcionamento desta empresa também se reverta em benefícios para a economia estadunidense.

No que se refere a parcerias com a NASA, o Professor André Sih afirmou que foram debatidas duas vertentes: a possibilidade de a UNISUAM atuar como consultora para empresas brasileiras que queiram desenvolver produtos baseados nas patentes da NASA e o desenvolvimento de projetos de pesquisa voltados aos professores e alunos da UNISUAM. Segundo o Professor, há a possibilidade de que técnicos da NASA visitem a UNISUAM em março de 2015, quando eles estarão no Brasil. Já há conversas com o Núcleo de Relações Internacionais UNISUAM – NRI para a formulação dos projetos de parceria da UNISUAM com a NASA, possibilidade já debatida com a Câmara de Comércio Flórida-Brasil e com a Escola Internacional de Negócios da Flórida.

A delegação da UNISUAM também conheceu laboratórios e os museus que integram o Kennedy Space Center, como os memoriais com réplicas das naves utilizadas pela NASA durante a conquista da Lua. Foi também agendada uma visita técnica aos laboratórios do principal projeto atual da NASA, o Orion, que planeja a chegada à Marte. A visita, porém, não ocorreu devido à ida da Secretária de Defesa do Governo dos EUA à NASA.

O Seminário Internacional em Inovação e Tecnologia contou com visitas técnicas, workshops e palestras, com representantes de empresas com a Harris Corp (que controla todo o espaço aéreo dos EUA), Rising Industries e órgãos como a Brasil Florida Chamber of Commerce. O evento foi organizado pela Florida International Business School – FIBS, em parceria com o Núcleo de Relações Internacionais UNISUAM – NRI e a Efígie Educacional.

 

Conheça o NRI: http://nri.unisuam.edu.br
Dúvidas e informações sobre intercâmbio: internacional@unisuam.edu.br





Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nenhum comentário