Aula Magna do curso de Gastronomia UNISUAM terá como tema “A Cozinha Brasileira – Da Mesa Ao Mercado”


Aula Magna do curso de Gastronomia UNISUAM terá como tema “A Cozinha Brasileira – Da Mesa Ao Mercado”

O curso de Gastronomia UNISUAM realiza, na próxima segunda-feira, 28/08, às 18h30, no Auditório Sylvia Bissagio, a sua Aula Magna, que terá como tema “A Cozinha Brasileira – Da Mesa Ao Mercado”.

A atividade, que tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento profissional dos discentes, trazendo profissionais do mercado gastronômico para apresentar as novas tendências e os aspectos culturais da Gastronomia, contará com a participação de grandes nomes da área, tais como Emerson Pedrosa – Atuou como Sous Chef por 4 anos no estrelado Roberta Sudbrack e atualmente é Chef no Bar Kalango, Flávia Semenow – Nutricionista, Professora e Cozinheira com passagens pela Cacau Noir, Mr Lam, Ró, Vila Santa Teresa e Mind Rio, Ísis Rangel – Fundadora do extinto restaurante Siri Mole &Cia e que atualmente chefia a cozinha do Food Truck Ísis Rangel, Katia Barbosa – Chef do Restaurante Aconchego Carioca, Rodrigo Alves – Egresso do curso de Gastronomia UNISUAM, Consultor e Docente da Instituição.

O bate-papo será mediado pela Profª Sonia Fiametti – Docente e Coordenadora da Pós-Graduação em Cozinha Brasileira UNISUAM, que já lecionou nas maiores escolas de Gastronomia do Rio de Janeiro.

O evento é gratuito e aberto ao público. Inscreva-se e participe!

 

Emerson Pedrosa

Com 37 anos, desde a infância respira a paixão pela Gastronomia. Nascido em São Paulo, quem não sabe suas origens, identifica, no sotaque, a proximidade com a terra de seus pais. Filho de cearenses, passou parte da juventude em Fortaleza, onde seu pai mantém um bar na região central, o “Bar do Pereira”. A comida popular sempre teve grande espaço na sua vida, porém o erudito também teve vez em sua carreira. Profissionalmente, trabalhou por 4 anos no estrelado Roberta Sudbrack, onde foi Sous Chef. Atualmente, comanda o Bar Kalango, na Praça da Bandeira, ao lado de Kátia Barbosa, fundadora do Aconchego Carioca. Na casa, resgata receitas do sertão, pratos que marcaram a sua infância e que tocam fundo sua memória afetiva.

 

 Flávia Semenow

Nutricionista e Cozinheira. Especialista em Criatividade e Cultura Gastronômica, acumula uma experiência de 17 anos na Gastronomia. Já coordenou equipes de Nutrição de um grupo de hospitais, já passou por restaurantes de renome no Brasil e no exterior, trabalhou com chefs estrelados, participou de um dos projetos de pesquisa mais inovadores ao lado de Ferran Adriá, na Fundación Alicia e, recentemente, no Bulli Lab. Foi Chefe de Cozinha da equipe australiana de vela durante todo o ano em que eles estiveram no Brasil. Carrega em sua bagagem profissional nomes no Rio de Janeiro como Cacau Noir, Mr Lam, Ró, Vila Santa Teresa e Mind Rio. Atualmente, é Professora do Senac Rio, da UNISUAM e Consultora em Alimentos e Bebidas. Autora do livro “Manual de Gastronomia Aplicada à Nutrição Clínica”.

 

Ísis Rangel

Fundadora do restaurante Siri Mole &Cia, em 1989, em Copacabana. A casa foi referência no Rio de Janeiro no segmento de comida brasileira durante mais de 25 anos, tendo colecionado elogios e diversos prêmios. Em maio deste ano, o restaurante encerrou as suas atividades, mas Ísis segue servindo autênticas e aclamadas moquecas, acarajés e bobós em diversos eventos de Gastronomia da cidade e também em eventos particulares.

 

Katia Barbosa

Katita, para os mais chegados, nunca cursou Gastronomia, mas sabe, como ninguém, traduzir a alma brasileira em receitas carregadas de suas próprias experiências de vida. Um exemplo é o famoso bolinho de feijoada, que nasceu da memória afetiva da chef. “Da lembrança da minha mãe pegando um pouquinho de feijão e misturando a um pouquinho de farinha, e me dando na boca, para me convencer a comer”, conta.

A primeira vez que Kátia se viu profissionalmente em uma cozinha foi no começo dos anos 2000. Nessa época, o Aconchego Carioca era um bar despretensioso, tocado por um de seus irmãos, que também fazia as vezes de cozinheiro. “Quando ele sumia, eu assumia”, brinca a chef de risada fácil e alma generosa. Nas folgas, Kátia rumava para as livrarias, pedia um chá e passava tardes lendo, anotando tudo o que pudesse das publicações de culinária, e criando o próprio repertório.

 

Rodrigo Alves

Graduado em Gastronomia (UNISUAM) e Pós-Graduado em Gastronomia Funcional (UNISUAM). Possui experiência em análise de aditivos químicos para alimentos no ramo da panificação e confeitaria, desenvolvimento de produtos assados congelados, treinamento de equipes e formulação de pré-misturas de pães, bolos e cremes.

Atualmente, é Supervisor de Qualidade e Produção no segmento de alimentos em indústria panificadora produtora de croissants, folhados, pastéis de forno, italianos e esfihas, com foco no desenvolvimento de produtos e recheios, rotulagem de produtos industrializados, cálculos de custos de receitas, monitoramento das produções, check list de pessoal e equipamentos, visita técnica a cliente, registro de produtos e elaboração de POPS e ITS.





Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nenhum comentário