Aluno do curso de Gastronomia UNISUAM participa do Fórum Econômico Mundial


Aluno do curso de Gastronomia UNISUAM participa do Fórum Econômico Mundial

16237843_1318097491588750_1627939138_n

Luis Freire, 25 anos, aluno do 3º período do curso de Gastronomia UNISUAM, participou, entre os dias 17 e 20/01, do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça. O evento, que acontece anualmente, reúne grandes líderes e organizações para discutir economia e as questões mais urgentes enfrentadas mundialmente.

16229815_1317749564956876_1728077922_o 16237682_1317749204956912_1323163421_n

Luis conta que um dos assuntos mais discutidos na edição deste ano dentro do painel “Empreendedorismo Social” foi a fome. “Falou-se muito do tema “do campo para a mesa” e grandes líderes de todo o mundo se interessaram pelo movimento criado pelo David Hertz, o #SocialGastronomy”, completa ele.

Ex-aluno da Gastromotiva, OSCIP fundada pelo chef e empreendedor social, David Hertz, que busca transformar a vida de pessoas em vulnerabilidade social por meio de Cursos de Capacitação em Cozinha, Luis ressalta, ainda, que para a Gastronomia a discussão destes temas em um evento deste porte é de grande importância, uma vez que o empreendedorismo social é um elemento chave para o avanço das sociedades, além de agregar em um só local as pessoas que podem ajudar nestas questões. “Junto com a Gastromotiva, representamos a comida e a cultura brasileira, cozinhamos na rua, em grandes panelas, feijoada, sopa de lentilhas ao curry e moqueca vegetariana”, conta ele.

16326389_1317749068290259_1758246609_o 16326763_1318097474922085_895841942_o

Com emprego fixo no Refettorio Gastromotiva, aqui no Rio de Janeiro, onde foi voluntário por 2 meses antes de ser efetivado, ele aproveitou a viagem à Suíça para praticar os conhecimentos adquiridos em sala de aula e ainda aprender sobre a cultura e os hábitos gastronômicos locais em um estágio, com duração de 3 semanas, no Hotel Jakob, em Rapperswil.

Segundo ele, a oportunidade de participar do evento foi incrível em diversos sentidos. “Fiz contato com pessoas de todas as partes do mundo, conheci um pouco da gastronomia local e pude experimentar a sensação de lavar louça na neve, não é nada fácil”, descreve Luis.

 





Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nenhum comentário