Alunas do Mestrado em Desenvolvimento Local representarão a UNISUAM em Congresso Internacional na China


Alunas do Mestrado em Desenvolvimento Local representarão a UNISUAM em Congresso Internacional na China

A UNISUAM será representada, entre os dias 23 e 29/07, pelas alunas do Mestrado em Desenvolvimento Local, Renata Corrêa e Jaqueline Mendes, no XII Congresso da Associação Internacional de Lusitanistas, que será realizado no Instituto Politécnico de Macau – IPM, em Macau, na China.

Renata Corrêa apresentará o artigo “Igualdade de gênero no ambiente escolar”, orientado pelas Professoras Doutoras Kátia Avelar e Maria Geralda de Miranda, que tem como base o Projeto AMBENAP - Implicações do Ambiente no Processo de Ensino e Aprendizagem: Estudos sobre escolas públicas do Complexo Do Alemão na Cidade do Rio de Janeiro.

De acordo com ela, a pesquisa é fundamentada na necessidade de maior esclarecimento entre meninos e meninas sobre os direitos de igualdade de gênero no ambiente educacional, a fim de proporcionar um aprendizado que possa se fazer multiplicador, entre os alunos do Ensino Médio, refletindo e debatendo sobre as desigualdades de gênero estabelecidas pela sociedade a respeito da distribuição dos papéis sociais.

O artigo de Renata retrata, ainda, as questões de como a desigualdade de gêneros tem se tornado um assunto tão relevante globalmente, em virtude das diretrizes da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura – Unesco, que reduz as diferenças em todos os países.

IMG-20160823-WA0017

Para ela, essa publicação tem um grande teor de relevância para a sua caminhada acadêmica, uma vez que contribui internacionalmente para a discussão sobre o combate das desigualdades de gênero presentes no ambiente educacional, demostrando que tais conteúdos auxiliaram na sensibilização dos adolescentes quanto ao direito à educação igualitária como ferramenta primordial, indispensável ao desenvolvimento humano para a plena fruição da liberdade e da igualdade de homens e mulheres.

Jaqueline Mendes, que desenvolveu o artigo “Educação para os recursos hídricos”, orientado pela Prof. Dr. Maria Geralda de Miranda, e realizado em uma escola do Complexo do Alemão, conta que o projeto teve um excelente resultado como base na captação da água da chuva na comunidade.

Segundo ela, a sensação de participar de um evento como esse é de extrema satisfação, uma vez que ver seu trabalho ser aceito em um Congresso Internacional tão relevante para a área demonstra a aceitação e boa repercussão de sua pesquisa, que trata de uma questão local, mas que foi pensada sob uma ótica global, tendo em vista as questões da educação para os recursos hídricos mobilizando todo o planeta.

10714400_10201924860283402_1289786292855318298_o

Jaqueline afirma, ainda, que considera o trabalho uma contribuição ao estudo de práticas educacionais. “Espero aprender e trocar experiências com todos os pesquisadores que representam diversas culturas mundiais e que essas experiências possam ampliar as minhas perspectivas como educadora e pesquisadora, visando, também, o retorno desse aprendizado para futuros projetos que apresentem soluções para questões relevantes para a sociedade”, finaliza a mestranda.





Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nenhum comentário