A faculdade como um polo de empreendedorismo


Imagem do Post

papel-do-empreendedor

Vinícius Ladeira F. Melo – Formado em Comunicação Social /Jornalismo

 

Desde 2014, quando eu ainda frequentava as salas de aula como um espectador, eu tenho um blog sobre música e cinema nacional. 

Esse espaço, no qual posso divulgar minhas ideias, opiniões e baboseiras sobre esses temas, nasceu da necessidade de apresentar um produto que fosse convincente o suficiente para ser aprovado na disciplina de Projeto Experimental, ministrada pela Profª Maria João.

Sem querer puxar sardinha para a minha turma, mas foi um ano realmente muito inspirador, os meus colegas de classe apresentaram projetos incríveis. Em menos de 6 meses, trabalhamos e produzimos juntos duas palestras, além de, individualmente ou em dupla, produzir um produto ou protótipo de algo que fosse vendável.

conceito-de-empreendedorismo

Entre os projetos que se apresentaram junto comigo, posso ressaltar uma videoaula sobre Assessoria de Imprensa; um site para ajudar o monitor e os alunos da disciplina de Fotografia em suas funções; um curtametragem ficcional; um site sobre Jornalismo Político, que tinha como intuito promover a conscientização do ato de votar; uma revista sobre um projeto social; um blog sobre Rap e Cultura Underground e mais alguns que, infelizmente, não encontrei mais referência.

Os projetos nem sempre foram entregues com qualidade profissional e acredito que nem seja esse o objetivo da disciplina, mas, sim, reforçar uma ideia muito presente da UNISUAM, a de formar, entre seus alunos, empreendedores de sucesso. Pessoas que conheçam o caminho das pedras para se produzir algo do zero. Que tenham as noções básicas dos passos que se deve dar para tirar uma ideia do papel e conseguir retorno com isso.

A importância dessa valorização do empreendedorismo é vista em vários aspectos. Para ressaltar alguns deles, posso destacar os projetos que lá surgiram, mas que atingiram repercussão externa, como o site Vem Comigo, que divulga eventos culturais próximos; o Noticiário Paralímpico, que tem a missão de informar sobre essas modalidades que muitas vezes são esquecidas, ou jogadas para segundo plano, nas outras mídias; e o documentário “Várias vidas”, que ressalta a importância da UNISUAM no seu entorno.

empreendedorismo-658x398

Acredito que fortalecer nos alunos esse espírito empreendedor é importante, mesmo que ele não venha a se tornar dono de uma empresa ou fundador da próxima startup de sucesso, ele vai levar essa ideia de elaboração de projetos e o mindset empreendedorismo para onde ele for. E, considerando o atual cenário brasileiro, empreender já é quase um caso de necessidade.

Segundo pesquisas da Global Entrepreneuship Monitor, estima-se que, em 2015, 52 milhões de brasileiros, com idade entre 18 e 64 anos, estavam envolvidos na criação ou manutenção de algum negócio, na condição de empreendedor em estágio inicial ou estabelecido. Isso é um crescimento de 4,9% em relação a mesma pesquisa feita em 2014.

Desses 52 milhões, houve também um crescimento de 23%, no mesmo período de tempo, de empreendimentos que começaram motivados pela necessidade. Tendo em mente que a necessidade de empreender é uma constante dos novos tempos e que a taxa de mortalidade de novas empresas chegou a triplicar entre os anos de 2014 e 2015, chegando a atingir 9,26%, segundo o levantamento da Neoway, em parceria com a Consultoria GS&Inteligência – GS&MD.

1eed662b39fe4ca4bb17d57157919e5725c28478cde5244ef62e5b91ea90e254

Realmente acredito que sair da Graduação capacitado não só para operar no mercado de trabalho convencional, mas também para ser dono do seu próprio negócio, é um diferencial e tanto. Afinal, nunca se sabe quando isso realmente fará a diferença!





Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Nenhum comentário