10 maneiras de ganhar experiência profissional na faculdade


10 maneiras de ganhar experiência profissional na faculdade

Você está a fim de arrumar um trampo, mas grande parte das vagas exige experiência? Confira 10 maneiras de ganhar experiência profissional na faculdade!


Quem é marinheiro de primeira viagem no mercado de trabalho conhece essa situação clássica: você precisa de experiência para conseguir uma oportunidade no mercado e de um emprego para ganhar experiência.

Mas, calma, respira, não se desespere. Encontrar um emprego com pouca ou nenhuma experiência não é impossível e o curso de Graduação e as experiências adquiridas durante a faculdade podem ser os seus principais aliados nessa missão!


👉 5 dicas para se destacar em uma entrevista


Há muitas maneiras de você desenvolver durante a faculdade as habilidades que os potenciais empregadores estão buscando e que podem somar muitos pontos no processo seletivo para qualquer área, impulsionar o seu currículo e te ajudar a sair na frente em relação aos seus concorrentes. Isso sem contar todo o aprofundamento teórico que a faculdade pode te proporcionar.





10 maneiras de ganhar experiência profissional na faculdade



1 – Procure por estágios  

Os estágios são uma ótima maneira de ganhar essa experiência tão necessária, uma vez que inserido em uma organização, e algumas vezes até recebendo uma bolsa com ajuda financeira e/ou outros benefícios por isso, você consegue perceber melhor como é a rotina e o que você precisa fazer para atuar na sua área. Além disso, os estágios ajudam a construir uma rede de contatos que pode levar a um emprego permanente.

Há diversas empresas que oferecem programas de estágio e as oportunidades podem ser de curta, média ou longa duração. Portanto, fique de olho nos sites das organizações nas quais você está interessado. 



2 – Comece o voluntariado

Os trabalhos voluntários são uma excelente oportunidade para ganhar experiência profissional. Embora não seja remunerado, você pode aprender muito!

Posições de voluntariado são uma maneira infalível de treinar a sua postura profissional, desenvolver habilidades como trabalho em equipe, confiança, gerenciamento de tempo, adaptabilidade, comunicação, organização e ainda pode agregar valor ao seu currículo, ajudando a aumentar a sua empregabilidade, já que revela um perfil mais altruísta e demonstra compromisso, iniciativa e uma forte ética de trabalho, que são características valiosas e atraentes para os possíveis empregadores.



3 – Construa as suas redes

Quando você está começando sem experiência, quem você conhece pelo caminho pode ser tão importante quanto o seu próprio conhecimento. Portanto, se você criar um networking poderoso na Graduação, você vai aumentar os seus contatos e ainda pode potencializar as chances de garantir um emprego. Isso porque uma recomendação para um empregador de um contato pessoal seu pode abrir muitas portas.

Por isso, aproveite ao máximo as feiras, eventos de networking, recrutamento e palestras de potenciais empregadores. 



4 – Valorize as habilidades que você tem

Construa um perfil focado nas habilidades que você tem, ao invés de se preocupar com aquelas que ainda precisa conquistar. Analise a descrição da vaga e liste todas as habilidades e qualidades pessoais que o tornam apto para o emprego. 

Ao elaborar o seu currículo, enfatize habilidades flexíveis e transferíveis, como boa comunicação, capacidade de liderança, trabalho em equipe e atenção aos detalhes, destacando exemplos de sua dedicação e comprometimento com o aprendizado obtidos por meio de trabalho voluntário, estágios ou projetos acadêmicos. 



5 – Monitoria na universidade

Se você é bom em uma matéria e gostaria de se destacar academicamente, por que não dar aulas de Monitoria? Assim, você consegue dar uma turbinada no seu currículo e desenvolve outras capacidades, como relacionamento interpessoal, gestão do tempo e a habilidade de discurso.

E não é só isso: você também se aproxima dos Professores e pode acabar conquistando outras oportunidades ao longo da sua carreira por conta disso. Ou seja, dois problemas resolvidos em uma atividade só!



6 – Participe de Projetos de Pesquisa

Além da monitoria, uma excelente maneira de ganhar experiência profissional e acadêmica é participar de Projetos de Pesquisa e Iniciação Científica (sejam eles remunerados ou não). 

Em atividades como essas, além de contar muito para o seu currículo, você trabalha com um Professor e outros alunos, podendo criar laços e aumentar o seu networking. Isso é bastante importante, principalmente para quem ambiciona uma carreira acadêmica. Para completar, você amplia os seus conhecimentos e faz descobertas incríveis na sua área de atuação, podendo expandir muito o seu leque de opções.



7 – Empresa júnior

Já ouviu falar dessa atividade? Bem, uma empresa júnior é uma associação, sem fins lucrativos, destinada apenas a estudantes do Ensino Técnico e Superior, na qual os alunos têm a oportunidade de aprender e exercer várias funções do mundo corporativo, como as de Gerente, Analista e, até mesmo, Presidente.

Esse recurso é extremamente valorizado no mercado de trabalho. Afinal, muitas empresas gostam de contratar pessoas que já colocaram a mão na massa de fato. Além disso, outros alunos que já passaram por empresas juniores, muitas vezes, chamam os atuais participantes para trabalhar com eles. 



8 – Trabalhe na faculdade

Você pode trabalhar na própria instituição, em cargos administrativos. Você vai aprender muitas coisas novas e isso é valorizado no seu próximo estágio ou emprego. Além disso, a boa notícia é que esses cargos ainda costumam oferecer uma bolsa-auxílio. 

Dessa forma, você mantém todas as atividades em um só lugar, otimizando o seu tempo e, é claro, ganhando um dinheiro extra e vários contatos.



9 – Atividades extracurriculares

Em um mercado de trabalho cada vez mais concorrido, qualquer atividade extracurricular, seja fazer um curso básico de Excel, Inglês, Photoshop, entre outras atividades, pode ser um grande diferencial e destacar você em meio a tantos concorrentes. 

Você pode se unir a outros grupos, fazer atividades dentro da sua área e continuar aprendendo a todo momento. Além de fortalecer o seu networking, você dá uma turbinada em seu currículo. 



10 – Dê aulas particulares 

Se você tem facilidade com alguma disciplina (seja ela ofertada na faculdade ou não), que tal ensiná-la a outras pessoas que têm dificuldades com ela? Por exemplo, se você está cursando Comunicação e é bom em escrita, que tal dar aulas de Gramática ou Redação para vestibular? Ou então, se a sua matéria predileta é Redação Publicitária, que tal ofertá-la por conta própria aos seus colegas de classe que precisam reforçar os seus conhecimentos? 

Assim, você pode trabalhar de forma autônoma e, além de conseguir dar aquela turbinada no currículo, essa atividade ainda lhe permite desenvolver algumas práticas profissionais, como relacionamentos interpessoais, disciplina, gestão, otimização de tempo e administração das próprias finanças.



UNISUAM Carreiras

Na UNISUAM, o setor de Carreiras tem como missão ajudar os alunos da Instituição a desenvolver e impulsionar as suas carreiras, ofertando uma trilha de conhecimentos e práticas para a construção de futuro. Lá, o aluno encontra informações sobre vagas de emprego, estágios, trainee e, ainda, profissionais que prestam consultoria de orientação de carreiras, estimulando e preparando os alunos para se destacarem no mercado.




Vem ser UNISUAM e esteja pronto para o mercado!

MATRÍCULAS ABERTAS



Conheça os cursos de Graduação UNISUAM!

Para mais informações, ligue (21) 3882-9797





Luana Medeiros

Por

Analista de Comunicação e MKT/Jornalista/Revisora - Especialista em produção de conteúdo com foco em alta performance

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nenhum comentário